Publicidade




0


Música latina superou a marca de 2.998 bilhões de visualizações, superando clipe de "See You Again", que agora soma 2.994 bilhões de views no YouTube


Reprodução/Facebook
Daddy Yankee (esquerda) e Luis Fonsi, parceiros em "Despacito", vídeo mais assistido na história do

YouTube A disputa pelo título de vídeo mais visto do YouTube, que ficou "adormecida" pelos últimos cinco anos, agora está mais agitada do que nunca. Após o clipe de "Gangnam Style", do sul-coreano Psy, ter perdido a liderança que obtinha desde 2012 para a música " See You Again ", do rapper Whiz Khalifa, a plataforma tem um novo rei: Luis Fonsi, com o clipe de "Despacito".

Nesta sexta-feira (4), a música latina superou a marca de 2.998 bilhões de visualizações, enquanto o antigo dono do posto de vídeo mais assitido soma 2.994 bilhões de views. Agora correndo por fora, "Gangnam Style" tem "apenas" 2.919 bilhões. "Quebrar o recorde de vídeo mais visto de todos os tempos do YouTube é totalmente incrível, não só para mim, mas para a música latina e para nossa cultura", disse o cantor Luis Fonsi por meio de nota. Além de ter tomado a primeira posição no ranking, " Despacito " também quebrou alguns recordes com o feito. O clipe se tornou o vídeo que chegou mais rápido às marcas de 2 bilhões e 2,5 bilhões de views, com apenas 203 dias no ar até o momento. A música também assumiu o posto de vídeo mais curtido da história da plataforma, com mais de 17 milhões de reações positivas.

Outro dado relevante é que o clipe se tornou o vídeo de música mais visto em 40 países ao longo de 2017. De acordo com as informações da plataforma, o Brasil é o segundo país que mais assistiu – com cerca de 213 milhões de visualizações –, ficando atrás apenas do México, que viu o clipe por volta de 376 milhões de vezes.


Agora, o clipe de Luis Fonsi está perto de se tornar o primeiro vídeo a atingir a marca de 3 bilhões de visualizações na plataforma do Google. Se depender dos fãs, a missão será concretizada rapidamente, pois os números não param de aumentar.

Uma rápida olhada nos comentários do vídeo mostra o empenho e a dedicação das pessoas em fazer com que "Despacito" atinja essa marca histórica no YouTube. "Vamos! Onde estão todos os latinos?", publicou um usuário.

VEJA TAMBÉM:

Choro, gafes e constrangimentos marcam o Prêmio Multishow

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.