Publicidade



0

Emílio Dantas se revelou um dos trunfos de "A Força do Querer" e a transformação de Rubinho, de dedicado marido a traficante barra-pesada, foi uma demonstração inequívoca do talento da nova sensação da Globo

Rubinho, personagem de Emilio Dantas em "A Força do Querer" começou a novela como um homem humilde, que trabalhava, fazia de tudo pela esposa, Bibi ( Juliana Paes ) e não demonstrava nenhum desvio de caráter. Mesmo assim, o público sabia que ao longo da novela aquele rapaz bom e trabalhador iria acabar migrando para a vida do crime, e foi o que aconteceu.


Reprodução/Globo
No começo de "A Força do Querer", Rubinho (Emilio Dantas) era um homem bom, humilde e romântico

O sucesso de Rubinho em "A Força do Querer" vem sendo tão grande, que existem algumas especulações de que Emilio Dantas já esteja escalado para protagonizar uma futura novela das nove da Rede Globo e não podemos negar que os méritos para isso são todos dele, né?

Desde o início da novela de Glória Perez, Rubinho já chamou a atenção do público. Isso porque apesar de carregar algumas novelas em seu currículo, esse vem sendo o papel de maior destaque na carreira de Emilio, que além de tudo mostra ser um ótimo ator.


Reprodução/Globo
Rubinho migrou para a vida do tráfico ao longo da novela

Transformação

E Rubinho se transformou! Aquele homem trabalhador que fazia surpresas românticas para a esposa foi ficando até mais tarde no trabalho, arrumando um dinheiro a mais. O rapaz, que até então era metre de um restaurante, nos enganou, mas enganou mais ainda a própria Bibi.

Emilio Dantas guiou o olhar do público por todos os aspectos da transformação de seu personagem de maneira impecável. Essa curadoria não é fácil para um ator, principalmente em um papel tão polêmico e controverso.

É possível perceber isso quando vemos que o ator conseguiu mudar junto com seu personagem e, em nenhum momento, aparenta estar forçando alguma situação. Um exemplo disso é a maneira afetuosa que o Rubinho trabalhador tratava sua esposa e o Rubinho chefe do tráfico trata agora. Apesar de continuar sendo, sob os olhares de Bibi, um bom marido, a maneira com que Emílio fez essa transformação é mais um ponto positivo para ele.


Reprodução/Globo
Rubinho chegou a comandar morro com a prisão de Sabiá

Mais um exemplo disso é a malandragem que ele manteve de uma fase para outra, mas deixando seu personagem mais à vontade para ser malandro dentro da vida criminosa. Tudo isso junto com expressão corporal, maneira de falar, agir e resolver situações.

O bom desempenho do ator fica ainda mais evidente ao compararmos com o desempenho de Juliana Paes, que apesar de ser uma excelente atriz, não agradou a todos ao passar da Bibi estudante, trabalhadora e mãe de família para Bibi "Perigosa" ou "Baronesa do Pó".

O retorno do público

O retorno do público é maior prova de que Glória Perez acertou, de que Rubinho foi aprovado, de que Emilio Dantas é um ótimo ator. Mesmo sendo um bandido, um traficante de drogas, um chefe de morro, os telespectadores ainda sim torcem por ele. Assim como o público torceu para Walter White (Bryan Cranston) de "Breaking bad" em um cenário parecido.

Com "A Força do Querer" em sua reta final temos a certeza que ganhamos mais um ator com um talento inquestionável e que Rubinho, Emilio Dantas, ou o Barão do Pó ficarão na memória.

Postar um comentário

Obrigado pelo seu comentário. Não publicamos neste blog comentários com palavras de baixo calão, denúncias levianas e troca de ofensas entre leitores.